Língua Afiada
  

Morto de amor

(Micro-conto)

 

Saiu para encontrar a namorada. No meio do caminho, desilusão. Outro já tomava seu lugar nos braços de Catarina em plena paisagem do parque da cidade. Inconformado, poouuu!, puchou o gatilho. Amanhã será sua missa de sétimo dia. Catarina está feliz com o outro.



 Escrito por Luiz Valério às 15h29
[] [envie esta mensagem]


 
  

Crise (?)

 

Uma mãe em fase de lactação anunciou num jornal local a venda de leite materno por R$ 50 o litro. A oferta, publicada nos classificados do principal diário roraimense, chamou a atenção da promotora da Saúde, Jeanne Christine, e foi explorada em forma de matéria pelo concorrente.

A mulher, que havia parido há poucos dias, anunciou a venda do "produto" na sessão “artigos para bebê” dos classificados. Os responsáveis pela oferta dizem que de onde vieram – Goiás – é comum a venda de leite materno ao preço de R$ 30,00 o litro.

A lactante conta com o apoio do marido. Este justificou que o comércio, tido por ilegal pelo Ministério Público Estadual, se deve à situação financeira da família, que não é das mais fáceis. Disse que doar o leite nem pensar, pois precisa de dinheiro para comprar fraldas para o filho recém-nascido. Tempos bicudos!!!

"Literatura Urgente"

Um grupo de escritores entre os quais está Marcelino Freire, pernambucano cabra-da-peste e revelação da Feira Literária Internacional de Parati 2004 – FLIP, desencadeou o "Movimento Literatura Urgente" (ver eraOdito) através do qual defende propostas de políticas públicas para a Literatura a serem apresentadas ao Ministério da Cultura (Minc).

O movimento tem o objetivo de inserir os escritores na discussão em torno da elaboração da Política Nacional do Livro, Leitura e Bibliotecas que está sendo tratada pelo Minc com editores, livreiros e bibliotecários em algumas cidades brasileiras, mas quase sem a participação de quem escreve os livros.

Os escritores elaboraram um manifesto com algumas propostas e estão convocando pessoas ligadas a Literatura para subscrever o documento e participar do movimento. Eu já embarquei nessa. Os endereços para correspondência são: forumliteratura-subscribe@yahoogrupos.com.br e eraodito@uol.com.br



 Escrito por Luiz Valério às 15h16
[] [envie esta mensagem]


 
  

A poesia de Pessoa



De todos os poetas que já li, e não foram poucos, o que mais me atraiu com a sua obra - dada a acomplexidade da sua poesia - foi o português Fernando Pessoa. Considero-o como um dos maiores, se não o maior, fenômeno literário do início do Século XX com toda a sua criação heteronîmica, que resultou na mais consistente obra poética desde "Os Lusíadas", de Camões. Escolhi Fernando Pessoa como objeto de estudo da minha monografia de conclusão do Curso de Letras, o que me aproximou ainda mais da sua obra. Abaixo, transcrevo um dos seus poemas que considero dos mais bonitos e sinceros:


“Cartas de Amor


Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.


Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.


As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.


Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.


Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.


A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.


(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)”


Álvaro de Campos, 21-10-1935


 


 



 Escrito por Luiz Valério às 19h08
[] [envie esta mensagem]


 
  

Homologação x demarcação

Ainda há na mídia roraimense uma grande confusão em relação à questão da Raposa Serra do Sol. É frenquente ouvirmos e lermos matérias falando que a reserva indígena será demarcada em área contínua. Mas a Raposa Serra do Sol não já está demarcada? Ora, pois! O que falta é a homologação, pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, da demarcação que é o objeto de tanta discussão, conflitos e disse-que-disse nos meio indidígena e não-indígena do Estado.



 Escrito por Luiz Valério às 14h11
[] [envie esta mensagem]


 
  

O ministro e os excessos

O ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos voltou a afirmar ontem que a área indígena Raposa Serra do Sol (RSS), em Roraima, será homogada de forma contínua. A declaração agrada aos índios ligados ao CIR (Conselho Indígena de Roraima) e desagrada a outros tantos que não querem que a decisão governamental tome esse rumo.

Durante a visita do ministro ao Estado, manifestantes protestaram contra a possibilidade de homologação contínua da RSS. Em frente ao Palácio Senador Hélio Campos cerca de 200 deles ostentaram bandeiras do Brasil e faixas com dizeres de repulsa ao ministro, como "Thomaz Bastos: lacaio do G7 e da ONGs", "Thomaz Bastos entreguista" e "Thomaz Bastos, genocida de índios". Tudo isso ao som do Hino Nacional.

Na saída de Thomaz Bastos do Palácio do Governo, após este manter encontro com o governador Ottomar Pinto e de conceder entrevista à imprensa, os ânimos se alteraram. Três manifestantes foram detidos pela polícia. Uma deles foi a índia Macuxi, Rosibele Brasil, ligada a Sodiur - entidade que se coloca contra a homologação contínua - que tentou se aproximar do ministro para manifestar a sua indignação. Outro foi Elias de Oliveira da Costa que, imobilziado por uma meia dúzia de policiais, foi jogado ao solo de forma humilhante. Excessos que poderiam ter sido evitados de ambas as partes.



 Escrito por Luiz Valério às 19h00
[] [envie esta mensagem]


 
  

Ruy na Comunicação

O jornalista Ruy Figueiredo tomou posse ontem como Secretário de Comunicação do Governo do Estado de Roraima. As cogitações em torno do nome de Márcio Acioli, ligado ao preterido Manoel Lima (Fonte Brasil), não se confirmaram. O lobe do Sindicato dos Jornalistas foi mais forte. Até porque o governador Ottomar Pinto já havia descartado o nome de Ruy ao afirmar que ele "estava fora de contexto". Esta afirmação foi feita em entrevista à imprensa há duas semanas. 



 Escrito por Luiz Valério às 18h15
[] [envie esta mensagem]


 
  

Secretaria cobiçada

Comentários que correm pelo meio midiático roraimense dão como certa para amanhã a chegada do jornalista Márcio Acioli que, segundo se diz, viria assumir a Secretaria de Comunicação do governo Ottomar Pinto.

O Sindicato dos Jornalista não concorda com a idéia e faz circular um abaixo-assinado defendendo o nome de Ruy Fugueiredo para o cargo. Há quem afirme que se Acioli assumir, quem mandará de fato na pasta será o preterido Manoel Lima, que teve a sua noemação barrada pelo próprio Ottomar num episódio vexatório há duas semanas.

Na verdade, o que importa é que quem quer que assuma a Comunicação governamental precisará ter uma boa relação com a imprensa. Pois não há nada mais incoerente que um assessor de comunicação cheio de prepotência e arrogância.

Há profissionais de assessoria que confundem o zelo que devem ter pela imagem do assessorado com o mais puro puxassaquismo. Outros deixam o poder transitório subir à cabeça e passam a se achar mais importante que o rei, numa atitude patética e pouco inteligente. Que a humildade e o profissionalismo sejam as principais ferramentas de trabalho do futuro secretário, seja ele quem for.



 Escrito por Luiz Valério às 22h23
[] [envie esta mensagem]


 
  

Os extremos da vida

Não há nada mais difícil do que tomar decisões difíceis. E o pior de tudo é que só temos duas opções sempre: decidir ou não decidir. Bem que nos poderia ser dada uma terceira alternativa. Algo como quase decidir ou quase não decidir, um meio termo qualquer. Menos complicado. Mas, não. Tem que ser o preto no branco. O tudo ou nada.

Às vezes fico pensando nesses extremos da vida. Em praticamente tudo só temos duas opções. Quando estamos com uma longa estrada à nossa frente, só podemos optar por ir ou ficar. Se estamos muito felizes com algo, só nos resta rir ou chorar de felicidade. Se convivemos com alguém problemático, só há duas coisas a fazer: amá-lo ou odiá-lo. Ah, esses extremos! A vida poderia ser mais fácil. Eu quero uma terceria alternativa!

O "ser ou não ser", de Shakspeare, nos persegue sempre. Eu, de minha parte, tenho me afligido com as variações dessa dúvida atroz: decidir ou não decidir, fazer ou não fazer, rir ou chorar... Quem terá inventado apenas esses dois caminhos? Por que apenas o bem ou mal sem uma terceira via? O amor ou o ódio sem um meio termo? A alegria ou o sofrimento, o prazer ou a dor... Criemos uma terceira alternativa, urgente!



 Escrito por Luiz Valério às 13h37
[] [envie esta mensagem]


 
   Transando pela Amazônia

A questão ambiental na Amazônia está mexendo até com a libido das pessoas pelo mundo a fora. Na Califórnia, Estados Unidos, existe uma ONG – a “Fuck for Forest” (transe pela Amazônia) - que defende a preservação da floresta amazônica de forma bastante original. Seus integrantes fazem sexo explicito em shows de banda de rock e o cachê arrecadado é repassado para outras organizações não-governamentais ditas “sérias” que tabalham pela causa ambiental. O problema é muitas vezes o dinheiro é recusado por ser considerado impróprio pela forma como foi ganho.
Questionada pelo repórter Sérgio Dávila, da Revista Folha, se não “tem vergonha de fazer sexo em público”, a integrante da “Fuck for Forest”, Leona Johansson, 21, respondeu literalmente: “Tanto eu quanto Tommy (seu parceiro de performance) somos na verdade muito tímidos. Mas o projeto nos dá forças para vencer a timidez. E nós não acreditamos que nossos corpos ou nossa sexualidade sejam coisas ruins, que devem ser escondidas. Então, é fácil vencer o pudor quando você começa a transar. É uma pena que a sociedade aceite a violência e a ganância tão bem, mas fique chocada com a nudez e o sexo”. Já pensou se a moda pega?


 Escrito por Luiz Valério às 12h12
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
Meu perfil
BRASIL, Norte, BOA VISTA, CENTRO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Livros, Informática e Internet
AIM -


HISTÓRICO
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 30/05/2004 a 05/06/2004



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Bolg do Tas
 Ziriguidum
 Blog do Léo
 Gerald Thomas
 Notícias do Rádio
 Escritura Profana
 eraOdito
 Revista Imprensa


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!





O que é isto?